Solicitar proposta
Conheça a tabela do Simples Nacional: anexos, alíquotas e regras
16 de maio de 2019
Sociedade Limitada Unipessoal: a nova modalidade empresarial
26 de junho de 2019

Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional?

Se você tem uma empresa, certamente já ficou em dúvida sobre qual sistema de tributação deve adotar. A escolha, importantíssima para evitar uma alíquota de imposto acima do desejado, exige uma grande dose de planejamento e estudo, podendo trazer resultados importantes para o seu negócio. O sistema de tributação pode ser subdivido em três modalidades conforme as suas diferenças. Veja:
  1. Lucro Presumido
Essa é a modalidade de tributação na qual a Receita Federal presume o lucro da empresa para o cálculo do imposto. O percentual do Lucro Presumido varia de 1,6% até 38,4%, de acordo com o tipo de atividade.
  1. Lucro Real
Nesta opção, o imposto é calculado obrigatoriamente sobre o resultado da empresa. No entanto, há diversas variáveis nesse tipo de cálculo, como por exemplo o recolhimento por estimativa ou por arbitramento, além do imposto poder também ser recolhido de forma trimestral ou anual.
  1. Simples Nacional
Já neste caso, os tributos da empresa são calculados com um percentual sobre a receita e recolhidos em um único pagamento. Segundo José Luiz Vailatti, Gestor da Conjel Contabilidade em Itajaí/SC, não existe uma fórmula mágica a ser adotada na hora de escolher o melhor sistema de tributação. Para ele, a escolha deve levar em conta a realidade de cada empresa. “Não há uma fórmula simples para avaliar se o Lucro Presumido é mais vantajoso que o Simples Nacional ou até mesmo que o Lucro Real. Para tomar essa decisão, é necessário um bom levantamento de dados e também é preciso avaliar as perspectivas de crescimento da empresa. Resumindo, é preciso fazer conta”, explica. Como escolher o melhor sistema de tributação? Agora que você já sabe que os sistemas de tributação possuem diferenças consideráveis e a sua escolha vai depender de uma série de fatores, pode estar se perguntando qual é o melhor caminho para tomar essa decisão. Como não correr riscos? Para não correr riscos, o mais recomendado é escolher profissionais capacitados para analisar a situação da sua empresa e te auxiliarem nesse momento. “O cliente que procura a Conjel, tem a segurança de receber uma completa informação a respeito da melhor estratégia tributária a ser adotada pela empresa”, ressalta Vailatti. “Temos em nossos quadros profissionais altamente qualificados que, com seu vasto conhecimento, podem auxiliar nossos clientes na adoção da estratégia mais econômica e que trará o menor risco para a empresa, sempre atendendo aquilo que determina a lei e o nosso código de ética profissional”, finaliza. Conheça a tabela do Simples Nacional: anexos, alíquotas e regras Se você gostou desse conteúdo e quer entender mais sobre qual é o melhor sistema de tributação para sua empresa, entre em contato com a Conjel Contabilidade. Nossa equipe está te esperando no whatsapp. Para chamar, basta clicar aqui!
Artigo Relacionado
3 de abril de 2020
MP 936: entenda as novas regras para redução de salário e suspensão do contrato de trabalho
Com o objetivo de evitar demissões em massa por conta da crise do novo Coronavírus, [...]
2 de abril de 2020
Coronavírus: Governo prorroga prazo para entrega da declaração do IR até 30 de junho
O Ministério da Economia anunciou nesta quarta-feira, dia 1º, que o prazo para entr [...]
Ação!